Nem tudo que reluz é natal

Neste domingo, dia 1112, foi o segundo dia de desfile do Natal Reluz de Palhoça. Realmente um espetáculo de alegria, encantamento e magia.
O tema escolhido falando do mundo dos brinquedos é maravilhoso, as crianças  e os adultos se reconhecem do pinóquio ao peter pan.

Este domingo não choveu e com isto o brilho foi ainda maior. Milhares de pessoas viajaram em mundo mágico da alegria e do faz de conto por uma hora e meia.

Quando o trenó do Papai Noel passou foi interessante, pois atrás seguiram todos que estavam no desfile e, como em procissão, passos lentos e enfeitiçados por esta magia todos seguiam o Papai Noel.

Cruzei na contra mão pela multidão em busca de minha filha que fez parte de uma das alas, fui em direção ao salão da Igreja Católica, onde estavam concentrados.

Na volta olhei para um canto próximo a uma das portas da Igreja e deparei-me com um cidadão deitado no chão, coberto com um resto de cobertor… dormia.

Muitas pessoas passaram pelo mesmo caminho, muitos olharam e ninguém se importou. Ninguém parou para olhar, perguntar e continuamos seguindo o Papai Noel.

O quarto deste cidadão é uma calçada, seu travesseiro é um saco onde guarda seus pertences e seu banheiro…? Deve ser o jardim!

Nem a multidão, nem o cidadão ali deitado, se olharam!
Nem a música e a magia do natal tocou o coração daquele cidadão e nem dos milhares que assistiram o desfile.
Como desfile passou assim também passamos… mas aquele cidadão continua lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s